domingo, março 27, 2005

Gostar e não perceber.

P. Mexia diz e eu não percebo! Vi duas vezes o filme, em condições diferentes: o q é já de si fonte de aprendizagem. A primeira, foi no descuidado Passos Manuel. Adoro ter a oportunidade de ir a sítios de alguma forma históricos; apesar da minha curta idade já percorri uma série de salas significativas- assídua do Passos, do já extinto Trindade e da arquitectura sub-aproveitada do Batalha-. A segunda, fiz questão de participar em actividades que reclamo com frequência: "O Cinema fora de sítio" (ou algo assim), no último piso do parque de estacionamento do Via (Catarina), mesmo com a ajuda do que eles-organização? consideraram "dicas" não percebi o que se pretendia transmitir. E ainda espero. Não perdi a esperança! Um dia... É o que acontece a quem gosta de cinema e gostaria um dia de ser chamada de cinéfila.
M. Q.

2 comentários:

cristina disse...

N consegui aceder ao q diz P. Mexia, mas pelo q li apenas neste post, atrevo-m a dizer q o filme em causa é o Mulholland Drive. Acertei?...
Vi-o apenas uma vez: no parque no Via com as supostas dicas(!) acompanhada de amigas que já tinham visto o fime previamente. E qd achávamos q até estávamos a perceber alguma coisa, bastava uma pequena cena p deitar por terra as nossas ilusões!
N ambiciono ser chamada d cinéfila, mas tenho esperança d um dia ainda vir a perceber o filme, pq p mim, em vez d "gostar e não perceber", é mais "se tivesse percebido acho que até tinha gostado"!!!

cristina disse...

´Bora lá a mais uma tentativa:
- III ciclo de cinema
- dia 29 Abril
- Casa das Artes, 21H30
(entrada livre)

NOTA: o vosso relógio não anda bem; são 0:17, e não 4:17PM!